Bom para o bolso e o planeta agradece

Consumo de combustível de um veículo depende, em boa parte, do motorista. Economizar não só ajuda o bolso do motorista como pode amenizar os efeitos do combustível no meio ambiente.

Confira as dicas e veja se seus hábitos são corretos:

Dica 1 – evite acelerações a fundo. A aceleração equilibrada não só reduz consideravelmente o consumo de combustível como a poluição e o desgaste do veículo.

Dica 2 – O consumo de combustível é menor nas marchas mais altas. Selecione uma marcha superior logo que seja possível e somente opte por uma inferior quando o desempenho do veículo for afetado.

Dica 3 – Por outro lado, evite conduzir à velocidade máxima. Se o veículo for conduzido a ¾ da velocidade máxima recomendada na via que está sendo percorrida, o consumo de combustível baixa significativamente e a perda de tempo é mínima.

Dica 4 – Dirija de modo regular. Acelerações e freadas desnecessárias provocam elevado consumo de combustível e maior poluição ao ambiente.

Dica 5 – Calibre os pneus regularmente, como recomendado pelo manual do proprietário. A pressão baixa aumenta a resistência ao deslocamento do veículo e, conseqüentemente, o consumo de combustível, além de desgastar os pneus e afetar a dirigibilidade do carro.

Dica 6 – Não transporte pesos mortos como, por exemplo, cadeiras de praia ou bicicletas, quando não for utilizá-los. O peso do veículo tem grande influência no consumo do combustível, principalmente no trânsito urbano.

Dia dos Namorados

Faltando 10 dias para o Dia dos Namorados, diversos casais apaixonados já estão em busca do presente ideal para a data mais romântica do ano. Pensando nisso, nós, do Meu Pé de Meia, selecionamos algumas dicas para presentear a sua alma gêmea.

Para os que podem gastar um pouquinho mais, aparelhos tecnológicos estão em alta e são sempre uma boa escolha. Seja para o casal que faz o estilo mais caseiro, seja para os mais aventureiros, os que trabalham demais ou para os que planejam morar juntos, existem diversas opções no mercado que não vão decepcionar.

Em casa

Para os namorados que preferem o aconchego do lar, que tal transformar o quarto em cinema? Presentes que permitam assistir aos mais diversos programas de TV e filmes com alta qualidade vão agradar. A sugestão é um televisor de LCD que já vem com o conversor para TV Digital. O de 40 polegadas da Samsung custa R$ 6.699. O de 42 polegadas da Philips sai por R$ 6.999, mesmo preço do de 47 polegadas da LG.

Aventura

Para os aventureiros, o Marine Pack da Sony – uma caixa de plástico resistente à água – é perfeito. Com ele, é possível tirar fotos estando a até 40 metros de profundidade. O equipamento, que custa R$ 699, é ideal para registrar os momentos românticos até debaixo d´água.

Ainda para os que gostam de trilhas e ecoturismo, o S-911, um localizador pessoal que acompanha via GPS os passos do portador, é um bom presente. Ele fornece rota tracejada, velocidade e tempo percorrido, via internet. Entre seus dispositivos, está o botão de pânico, que liga para a central, e um celular programado, caso o portador se sinta ameaçado. O equipamento, que custa entre R$ 1.500 e R$ 2.500, foi utilizado para monitorar os passos do alpinista portador de necessidades especiais Bernard Goosen, que estabeleceu recorde ao escalar o monte Kilimanjaro.

Workaholics

Para os que trabalham demais, um notebook ou um BlackBerry são boas opções: além de permitir que seu namorado (a) trabalhe de casa – e fique mais perto de você – esses equipamentos facilitam a comunicação entre os apaixonados.

O E200 da LG é um bom exemplo. Este laptop possui tela widescreen de 12,1 polegadas, conexão wireless e bluetooth, webcam integrada e saída HDMI. O aparelho é encontrado nas cores preta, lime e pink e o preço sugerido de venda é R$ 3.699.

Além do PC, tem o smartphone BlackBerry Pearl 8110, que vem com GPS integrado, câmera de 2 megapixels, bluetooth estéreo para fones sem fio e conector estéreo padrão de 3,5 mm para o usuário plugar fone de ouvido ou alto-falantes. O aparelho possui ainda design agradável, bem diferente dos primeiros – e grandes – BlackBerry. Outro destaque são as novas cores: há opção grafite, chamada Titanium, e a Pink, para o público feminino. O telefone custa R$ 1.619 na Vivo.

Mas se você, caro internauta, está que nem nós que gastamos nossas últimas economias comprando apostilas e livros absurdamente caros e quer economizar, sugerimos que entrem no blog Universo Animado, ou até mesmo no Panelada, para obter as melhores dicas de filmes e culinária, para pegar um cineminha ou preparar algo bem gostoso (e barato) para curtir a dois.

Se mesmo assim a verba não for suficiente, o jeito mesmo é terminar o namoro e só voltar no dia 13…

Fonte:http://economia.uol.com.br/ultnot/infomoney/2008/05/30/ult4040u12086.jhtm

Fitch anuncia concessão de grau de investimento ao Brasil

Fonte: G1

A agência de análise de riscos Fitch Ratings anunciou nesta quinta-feira (29) a concessão de grau de investimento ao Brasil. O país teve sua classificação elevada de BB+ para a categoria BBB-, que significa que o Brasil passa a ser considerado um local seguro para investimentos estrangeiros.

O anúncio da Fitch se segue ao da Standard & Poor’s, que se tornou a primeira entre as três maiores agências de rating do mundo a conceder o grau de investimento ao País, ao elevar, no último dia 30 de abril, a nota brasileira. Com isso, a Moody´s se torna a única das três grandes agências que ainda não concedeu a classificação para o país.

Economizar Água Também é BOM para o Bol$o

Por: Letícia Gouveia

Gastar mais de 120 litros de água por dia é jogar dinheiro fora e desperdiçar nossos recursos naturais. Economizar água não é uma tarefa complica e nem difícil, basta prestar mais atenção, ou seja, o desperdício de água pode ser controlado em todo o mundo, porém é necessário que todos prestem mais cuidados. Veja algumas dicas da Sabesp de como economizar água em sua residência e ainda ajudar o orçamento

No Banheiro
Não use a privada como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.
Banho de ducha por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 243 litros de água. Fechar o registro, ao se ensaboar, e reduzimos o tempo para 5 minutos, o consumo cai para 81 litros. Com os mesmos cuidados que com a ducha, o consumo cai para 48 litros no caso de chuveiro elétrico.  
-Feche a torneira ao escovar os dentes e também ao fazer a barba.

Na Cozinha
-Mantenha a torneira fechada ao lavar a louça.
-Antes de lavar a louça, jogue todos os restos de comida no lixo.
-Deixe de molho as louças que tiverem com sujeira “pesada”.
-Ensaboe tudo que tem que ser lavado e, então, abra a torneira novamente para novo enxágüe. Só ligue a máquina de lavar louça quando ela estiver cheia.
-Lavar louça num apartamento, com a torneira meio aberta em 15 minutos, são utilizados 243 litros de água. Com economia o consumo pode chegar a 20 litros

Na Lavanderia
-Ligue a máquina de lavar roupas somente quando estiver cheia.
-Mantenha a torneira fechada ao ensaboar e esfregar as roupas.
-Não lave pouca roupa, ou seja, varias vezes na semana, deixe acumular e lave tudo de só uma vez.
-Após lavar a roupa, não jogue a água utilizada fora, ou seja, a utilize para lavar o quintal ou calçada.

 
 
 No Jardim, Calçada e Quintal.
-Para regar as plantas utilize um regador.
A rega durante o verão deve ser feita de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã
-Evite lavar o carro com a mangueira, utilize na lavagem um balde.
-Na calçada apenas varre a sujeira, pois a chuva cuida da lavagem.
Se você tem uma piscina você perde água por mês por evaporação. Com uma cobertura (encerado, material plástico), a perda é reduzida em 90%.  
 
Essas dicas ajudam também na economia de eletricidade
 
 Lavar roupa
A máquina gasta praticamente a mesma quantidade de energia cheia ou quase vazia. Usa-la somente cheia evita desperdício.
Iluminar a casa
Usar a lâmpada comum, incandescente, gasta quase três vezes mais energia que a fluorescente. O ideal é usar lâmpada fria em toda a casa.
 
Ver TV
Manter o aparelho ligado só enquanto estiver assistindo aos programas, em vez de usá-la como fundo musical da casa. Quem tem o costume de dormir assistindo à TV deve programar o timer para desligar após 15 ou 20 minutos.

 Tomar banho
O chuveiro é um dos equipamentos elétricos que mais consomem energia. Tomar banhos de 5 minutos e desligar o chuveiro enquanto ensaboa o corpo economiza também muita energia.

 No final do mês, você notará a diferença principalmente na conta mensal, além de fazer bem ao seu bolso, você estará ajudando o nosso planeta!

“Fonte: ABN (AGÊNCIA BRASILEIRA DE NOTÍCIAS)”

Moeda única na America do Sul?

Em seu programa semanal Café com o presidente, Luís Inácio Lula da Silva propôs uma moeda única para os países da America do Sul. Após a criação da Unasul (União Sul-Americana de Nações) que conta com a presença dos 12 países da América do Sul, o presidente afirma que os países estão criando agora o Banco da América do Sul, que fará com que se caminhe para um Banco Central único, possibilitando, assim, a criação de uma moeda única para todos os países, mas afirmou: “isso é um processo, não é uma coisa rápida”.

Como mostra o blog Escolha, “A ata constitucional do grupo de países, integrado por Brasil, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Peru, Paraguai, Suriname, Uruguai e Venezuela, foi assinada por todos os presentes, e prevê reuniões ministeriais semestrais e encontros bimestrais de menor nível”. Além disso, o Conselho de Defesa da América do Sul, que mostraria consenso e desenvolvimento na questão não foi aprovado, em grande parte por causa da Colômbia, que não acredita que a situação em seu país esteja tão caótica. Ainda segundo o blog, “Lula admitiu que a Unasul não tem os recursos que a União Européia teve para reduzir as assimetrias entre os seus países, mas apostou na disposição do vizinhos sul-americanos”.

A criação da Unasul possibilita maior agilidade na entrada dos países andinos no Mercosul. Segundo consta no blog de Guilherme Oliveira, “a América do Sul ganha status de organização internacional, reconhecida na ONU (Organização das Nações Unidas) e capaz de negociar com outros países, blocos de países e instâncias multilaterais. Em tese, a Unasul deverá auxiliar na convergência dos outros blocos já existentes no continente, o Mercosul e a Comunidade Andina, mas com estrutura independente e orçamento próprio”.

O maior desafio que existe, agora, é tirar os planos do papel e começar a agir e realizar em 4 anos o que a União Européia realizou em 50.

O que o Brasil ainda tem que mudar.

Segundo a consultura Lisa Schineller da Standard & Poor’s, o Brasil enfrentará dificuldades se reformas importantes. Ela, que ajudou o país a ter o grau de investimento, garante que o país terá que batalhar por uma melhor política fiscal, expandir a atividade econômica e atrair investidores.

Como tal assunto já foi abordado nesse mesmo blog, vamos retomar: a elevação do Brasil ao grau de investimento era “aguardada há alguns anos pelo governo e por agentes do mercado financeiro, a notícia foi vista com surpresa pelo mercado, já que não era esperada ainda neste primeiro semestre. O principal benefício de o país se tornar investment grade é atrair grandes investidores institucionais de países desenvolvidos que, por regras dos seus estatutos, só podem investir em ativos considerados de baixo risco”, como o blog José Luis comenta.

Segundo investidores ouvidos pela BBC Brasil, o país não pode relaxar após a obtenção desse título. Ele deve continuar buscando abaixar sua dívida interna, por exemplo. É necessário abaixar todas as vunarabilidades do país. A dívida pública do país, continuando tal linha de raciocínio, é a mais alta de todos os países que se encontram na classe BBB-. É preciso, também, reduzir o nível de cargas tributárias e os gastos do governo, para garantir ainda mais a atração de investimentos estrangeiros.

Enquanto o Brasil recebeu o grau de investimento, a Standard & Poor’s ameaçou “rebaixar” o grau de investimento dos Estados Unidos “sob o pretexto de um sobre-endividamento dos EUA. A ameaça, assim como seu pretexto, parece um tanto quanto inusitada, considerando o funcionamento do capitalismo e o papel diferenciado de sua maior potência”, como nos informa o blog Desemprego Zero.

Mercado com potencial de R$ 200 Milhões sem Concorrentes

Nenhuma empresa obteve ainda a licença para trabalhar no mercado de embalagens alimentícias feitas com plástico reciclado de garrafas PET


da Agência Brasil
Mais de um mês após a liberação do uso do plástico reciclado de garrafas tipo PET (usadas em refrigerantes) para produção de embalagens de alimentos, nenhuma empresa obteve ainda a licença para trabalhar nesse mercado, que segundo o diretor do Centro de Estudos Socioambientais Pangea, Antonio Bunchast, tem potencial de crescimento para movimentar quase R$ 200 milhões ao ano.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria do PET, aproximadamente 51% de todo esse material plástico é reciclado, deixando outras 184 milhões de toneladas produzidas por ano nos aterros e lixões.

Para Antonio Bunchast, a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que permite o uso do PET reciclado para produzir embalagens de alimentos provavelmente irá aumentar a reciclagem desse material. “A probabilidade é que aumente a coleta do PET por parte dos catadores, já que vai haver um aumento da demanda desse produto”, explicou Bunchast.

Ele considera a medida “positiva do ponto de vista ambiental e positiva do ponto de vista da geração de trabalho e renda”. Porque não só “poupa recursos naturais, mas se torna um negócio viável para cooperativas de catadores de materiais recicláveis”.

Uma das empresas que pretende reciclar plástico PET para embalar alimentos, a Bahia PET, já utiliza um sistema de reaproveitamento aprovado na Alemanha. O diretor industrial, Waltencir Teixeira, explicou que a técnica de reciclagem usada pela empresa começa com uma lavagem química do material, depois passa por um processo de fusão a 280º C, para então ser filtrado.

De acordo com o diretor, ao final do processo, o material está “tão descontaminado quanto o material virgem”. Uma garrafa PET de plástico reciclado custa cerca de 15% menos do que uma feita com outro tipo de matéria-prima.

Hermes Contezini, da Abipet (Associação Brasileira da Indústria do PET), lembra que o uso de garrafas recicladas em alimentos já é permitido além da Alemanha em países como México, Estados Unidos e Austrália, mas os europeus são mais reticentes, por questões técnicas –a resina reciclada tem que ficar em estado muito semelhante à original para ser utilizada– e sanitárias.

Conheça o processo de reciclagem de garrafas de plástico em 6 passos simplificados http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=638

DICA!!!
Confira 10 idéias simples para melhorara o meio ambiente. FAÇA SUA PARTE!
Deixar de se barbear no final de semana, só comprar móveis de madeiras reflorestadas e adquirir tapetes de fibras naturais são algumas das idéias que podem ajudar a salvar o planeta de um caos ambiental. Confira na integra em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/publifolha/ult10037u332318.shtml